quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Pensamento. Reflexão.


Por vezes falamos coisas que não deveríamos falar. Há ocasiões em que pensar duas vezes e ponderar as palavras são bem-vindos e, principalmente, necessários. Quem nunca se arrependeu de abrir a boca e falar a primeira asneira que tem passa pela cabeça sem sequer se dar conta daquilo que estás dizendo, do sentido que aquilo tem, pode vir a ter ou, até, do fato de não fazer sentido algum? Reflexão, ponderação. Duas palavras que devem ser tomadas como primordiais. Há quem se arrependa de dizer o que não queria ou o que não devia. Há momentos e conjunturas que não permitem falha, vacilo, asneira e/ou estupidez. Não estamos falando de frieza ou ser calculista. Trata-se apenas de não dizer a primeira besteira que vem à cabeça, achando que as suas palavras não irão repercutir, não serão sentidas e não interferirão no outro. Principalmente quando esse outro é alguém por quem tenhamos carinho, afeto, respeito, amor.

Pensar é um dom. Ser ponderado é um dom. Usar a inteligência e a capacidade racional do ser humano não é um dom, é uma questão de vontade e de disposição. Afinal, nós somos ou não mais evoluídos que o ser visto nesta foto?

Esta é minha reflexão. Espero ter sido compreendido.

Abraço a todos que perdem um pouco de seu tempo por aqui. E um beijo a uma pessoa especial (ela sabe que é).

3 comentários:

marla faria disse...

mais importante do que ser compreendido, é compreender...
te amo
beijusssss

Paulo Peterson disse...

Grande Emanuel, belo texto, compreendi seu, e como compreendi, admiro sempre bons textos, ainda não tô nesse nível, mas estou querendo. rsrsr

Cara para saber o número de visitantes, é precisa instalar um contador, tem site que dispõe. Aparece um dia on line que a gente tenta desenrolar.

Abs

leilane disse...

Emanuel... esse texto se encaixou na minha atual situação... menino q coisa....
adorei, vou copiar ele e imprimir e colar aki visse,? p ler todos os dias e lembrar q tenho q pensar antes de agir..pois somos muito jugados por nossos atos...eu que sei...=(
bjão!